Campanha "Ao Sabor da Poesia"

21-03-2021 - Campanha "Ao Sabor da Poesia"

 Facebook e Canal do YouTube do Município de Oliveira do Bairro

 

Campanha "Ao Sabor da Poesia 2021"apresenta uma edição direcionada aos seniores

No dia 21 de março comemora-se o Dia Mundial da Poesia e, pelodécimo quinto ano consecutivo, a Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairrocelebra a data promovendo a campanha "AoSabor da Poesia 2021", com uma atividade direcionada ao públicosénior.

Este ano, a campanha"Ao Sabor da Poesia" vai decorrer durante todo o mês de março,desafiando a comunidade a ler, a ouvir e a declamar poesia, promovendo o gostopor esta arte.

Para nos ajudarem nestedesafio, convidamos as IPSS doConcelho e Universidade Sénior a nos enviarem um vídeo alusivo ao "Dia Mundial da Poesia", com aparticipação dos nossos idosos, onde poderão dar azo à imaginação para acriação e declamação de um poema.

Os vídeos enviadosserão depois publicados através das plataformas digitais do Município deOliveira do Bairro (Facebook e youtube), entre os dias 21 e 31 de março.

Nesta edição 2021 de"Ao Sabor da Poesia", adaptada aos tempos e às restrições quevivemos, o Município procura celebrar a poesia e os seus autores, despertandoemoções na comunidade sénior, através de uma viajem pelo universo das palavras.

Como participar:

Envio de um poemacriado pelos nossos idosos, para o formulário em anexo, e criação de umvídeo a declamar esse mesmo poema.

- Osconteúdos deverão ser enviados até ao dia 14 de março, para o endereço bmolb@cm-olb.pt.

- O Vídeopode ser enviado através da plataforma wwww.wetransfer.com, para o endereço de email, com a identificação da instituição e outrainformação que queiram que seja divulgada na publicação do vídeo.

- Oconteúdo deverá ser filmado na horizontal e não deverá exceder os 3 minutos deduração.

- Os vídeosserão publicados através das plataformas digitais do Município entre os dias 21e 31 de março.

Contamoscom a vossa colaboração, para fazer despertar a poesia em todo o Concelho,sobretudo naqueles que mais necessitam de sonhar! 

Voltar ao topo